28.1.10

Serralves















Já lá não ia há bastante tempo e confesso que as saudades eram já muitas. Soube bem apreciar as exposições sem pressas, bem como passear pelos jardins. Encontrei a tranquilidade que achei perdida nas últimas (infindáveis) semanas. Fiz a fotossíntese por entre árvores e patos, enchi-me de boas sensações.

2 comentários:

inês chaplin disse...

também fui ver essas exposições, fiquei apaixonada *.*

.christine. disse...

que vergonha,já não meto os pés em Serralves desde o verão :S também sinto falta dessa mesma fotossíntese,livre de responsabilidades e das preocupações desta época.aii,nunca mais chega dia 12:(
e há que dizer também que achei as fotografias muito boas Rita.adoro;)

(e em relação ao que escreveste na entrie anterior,também muitas vezes me sinto assim.mas se a vida é feita de caixinhas,que sejam de música.para nos sentirmos embaladas à medida que vamos sendo transportadas,e termos banda sonora para quando revelarmos o que temos cá dentro a quem mais gostamos:))
beijinho querida*