15.4.10

cape fear

de Martin Scorsese. deixou-me em sobressalto quase do início ao fim, muito por culpa da banda sonora, (mais uma vez) uma grande obra de Bernard Hermann. houve muitos aspectos no filme que me remeteram para filmes do Hitchcock, visto que o filme é de 91' e é filmado/montado de uma forma muito diferente da realidade da indústria cinematográfica naquela época. talvez tenha sido por isso que gostei tanto. só achei que o filme tinha algumas (pequenas) lacunas na montagem, por vezes dificultando a compreensão de uma ou outra cena; no entanto, quanto a mim, a montagem é também um dos pontos fortes deste trabalho, na medida em que consegue criar impacto e suspense. compreendo que algumas pessoas achem este filme menor, tendo em conta a carreira de um realizador como o Martin Scorsese. apesar disso, não vou muito por aí, penso que há que tentar analisar de forma mais individual. Robert De Niro deixou-me em êxtase mais uma vez, como já vem sendo um hábito.

2 comentários:

tiagofigueiro disse...

É um filme brutal, sim senhora! O papelão de bad-not-so-bad-guy era mesmo para o De Niro

b'passarinho disse...

um dos meus favoritos, pelo robert de niro claro, mas sobretudo, sobretudo pela deusa tão novinha e gloriosa, juliet lewis <3